Arquivo da categoria: Fobias

O que é um Transtorno Obsessivo-Compulsivo e qual o seu tratamento?

O Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma Perturbação da personalidade que, de um modo muito grosseiro o poderíamos incluir na “família” de perturbações mais conhecidas ao público geral, como é o caso da Depressão e a Ansiedade.
Para definirmos o TOC é necessário compreendermos a diferença entre obsessão e compulsão.

A obsessão refere-se a ideias ou pensamentos que o sujeito considera intrusivos e que lhe causam imenso mal estar aquando desse aparecimento.
As compulsões referem-se a comportamentos (sejam físicos ou psicológicos) com o objectivo de evitar ou diminuir esse mesmo mal estar.
Assim, como exemplo poderíamos indicar a lavagem das mãos quando o sujeito abre uma porta, evitando assim que as obsessões em relação à sujidade ou bactérias ali presentes causassem mal estar psicológico ou ansiedade.
É importante referir que o TOC exige um determinado número de critérios, durante um período de tempo para ser correctamente diagnosticado.

Por isso, situações esporádicas, fases da vida difíceis onde estes comportamentos e ideias possam surgir, podem não ser suficientes para que o sujeito sofra desta perturbação.
Em relação ao tratamento, como em praticamente todas as nossas publicações, referimos que o correcto diagnóstico e avaliação é fundamental para ser determinada uma intervenção eficaz e individualizada, já que casos mais severos poder existir a necessidade de um acompanhamento psiquiátrico, com a respectiva medicação para uma estabilização mais rápida, e noutros o acompanhamento psicológico ou psicoterapêutico podem ser os mais eficazes no sujeito.

Anúncios

Tenho muitas dificuldades em sair de casa, normalmente sinto muito medo quando saio à rua, a quem posso recorrer para me ajudar?

A Agorafobia é um transtorno relacionado muitas vezes com a ansiedade e pânico.

Tratando-se assim de uma perturbação do foro mental, deverá procurar ajuda na Psiquiatria ou na Psicologia.
Independentemente da escolha, deverá ser realizada uma avaliação para determinar as causas da mesma e um correcto diagnóstico.
Só assim, o técnico que acompanhar poderá delinear um plano de intervenção eficaz e individualizado, já que em casos mais agudos, esta pode ter sido causada por um factor físico (uma queda por exemplo) ou pode precisar de algum apoio farmacológico para diminuir os níveis de ansiedade, juntamente com o acompanhamento psicológico.

 

_________________________

GPCF atendimento em consultório e domicílios

marcações: 91 578 59 73 / gpcfporto@gmail.com