Arquivo de etiquetas: ansiedade

Costumo sentir-me extremamente cansado depois de um ataque de pânico. Esta situação é normal ou terei algum problema físico?

A ansiedade é um processo normal do nosso organismo, preparando-o para reagir a uma ameaça.

Todos precisamos deste processo nas nossas vidas, seja para reagirmos a possíveis ataques que ponham em causa a nossa vida, seja no quotidiano por exemplo para nos prepararmos para discursar em público, canalizando as nossas energias para essa tarefa específica.
No entanto, a ansiedade em excesso torna-se disfuncional. Esta pode ter sido causada por inúmeros factores, sejam físicos, emocionais ou até hormonais, sendo por isso necessária uma avaliação criteriosa para se determinarem essas causas.
A ansiedade em excesso prejudica assim o normal desempenho do sujeito, podendo evoluir para situações mais extremas são o caso dos ataques de pânico.
Nestas situações, e como referido anteriormente, o nosso corpo é preparado para agir perante uma situação ameaçadora. Assim, existem durante um ataque de pânico reacções físicas e emocionais de grande intensidade.
Depois da situação ameaçadora desaparecer essas alterações voltam a níveis normais, mas durante o ataque de pânico foram vividas intensamente, sendo normal que a pessoa se sinta cansada depois de ter sofrido um ataque destes.

Anúncios

Sinto-me quase sempre angustiada. Sofrerei de alguma doença?

A angústia está muitas vezes relacionada com transtornos do foro depressivo/ansioso.

Isto não invalida que esse sentimento seja simplesmente passageiro ou causa de uma situação de vida específica que possa ser superada pelo paciente sem ter que recorrer a ajuda profissional.

Nesse sentido, a angústia em si não é suficiente para diagnosticar uma doença ou problema, já que é necessário uma avaliação mais detalhada do historial do paciente nomeadamente no que toca a outros sintomas que possam estar presentes para que se possa diagnosticar ou não alguma doença.

 

_________________________

GPCF atendimento em consultório e domicílios

marcações: 91 578 59 73 / gpcfporto@gmail.com